Por que a arte visionária importa? por Alex Grey

postado em: ARTE, ARTE VISIONÁRIA, ARTISTA | 0
Este texto foi publicado originalmente em inglês por Alex Grey em seu website e pode ser acessado aqui
Alex Grey em frente à sua pintura Net of Being, 2013
Alex Grey em frente à sua pintura Net of Being, 2013

 

1. Experiências místicas visionárias são o contato direto da humanidade com Deus e a fonte criativa de toda arte sagrada e tradições de sabedoria. Atualmente a melhor tecnologia para compartilhar o reino do imaginário místico é a arte bem-trabalhada pelos olhos de suas testemunhas.

 

2. Artistas visionários místicos refinam a multi-dimensional jornada enteógena em teofanias (revelações de Deus) externalizadas e cristalizadas, ícones incorporados com evolucionárias visões de mundo. Como artistas místico visionários pintam o reino transcedental por observação, seu trabalho oferece um crescente corpo de evidências que corroboram os reinos imaginários divinos e, por extensão, o próprio Espírito.

 

3. O estado místico descrito por artistas visionários incluem imagens de unificação, unidade cósmica, transcendência de tempo e espaço convencionais, o senso de sagrado em encontrar uma realidade, afeto positivo, cores vivas e luminosidade, linguagem simbólica, seres imaginários e infinitas geometrias semelhantes a jóias.

 

4. Para os peregrinos às dimensões sagradas interiores, a arte visionária fornece validação para seus próprios vislumbres, e prova a natureza universal dos reinos imaginários. Refletindo a riqueza luminosa dos mundos espirituais superiores, a arte visionária ativa nosso corpo de luz, fortalece nossa alma criativa e desperta nosso potencial mais profundo de ação positiva e transformadora no mundo.

 

5. A cosmovisão materialista da humanidade deve transitar para uma visão sagrada da Unidade com o meio ambiente e o cosmos ou arriscar a autodestruição devido ao contínuo abuso da rede vital. As obras de arte podem nos chamar para imaginar nossa unidade mais elevada à medida que a humanidade evolui para uma civilização planetária sustentável.

 

6. A arte visionária mística é um produto da experiência religiosa preliminar. A palavra religião vem do grego que significa “religare“. A Experiência Religiosa Primária é uma conexão pessoal com a Fonte que nos “liga” à nossa própria divindade.

 

7. Portanto obras de arte que transmitem a realidade visionária mística e afirmam a mais sagrada verdade transcendental são sagradas e devem ser preservadas por todos e quaisquer meios para compartilhar com as gerações vindouras. Entheon significa um lugar para descobrir a divindade interior. A Entheon Exhibition Hall da CoSM honrará e preservará obras de arte visionárias que apontam para a nossa fonte transcendental comum.

 

Deixe uma resposta