Trecho do filme Waking Life

 

A série de textos do “Movimento Utopia”, foi inspirado em movimentos e pessoas idealistas. Utiliza diversos tipos de construção textual, como diálogos curtos, narrativas e imagens para contar uma história onde a ordem dos episódios não interferem no seu entendimento. A história se passa sem ordem cronológica, ou, diriam alguns, dentro do sempre. A idéia da série vêm sido construída ao longo de muitos anos e na conjunção de muitas idéias e teorias.

Nos textos, os diálogos intencionalmente aparecem soltos e não identificados, deixando o leitor sem pistas se a conversa acontece entre duas pessoas ou um grupo, ou até mesmo na cabeça de um único personagem. A intenção é de que não hajam protagonistas, ou que todos tenham igual valor ou importância na formulação de uma idéia, tal como a humanidade foi construída.

Ainda que sem personagens e sem datas, os episódios são baseados em acontecimentos reais, porém com desfechos idealizados. Trechos de conversas realmente aconteceram ou muitas das iniciativas citadas já estão em andamento. A cada episódio, estão listadas referências bibliográficas, créditos de imagem ou texto, ou até mesmo links relacionados aos assuntos tratados. Os temas estão relacionados a questões do homem contemporâneo (ou do homem que queremos ser) e todos os aspectos do “viver-nesta-época”, criando reflexões, desconstruindo verdades absolutas ou propondo novos caminhos.

thaisa_slide_2

O Movimento Utopia é um trabalho muito significativo. Não só pelo tempo que levou para maturar, mas também como uma criação maior que o criador. Foi necessário derrubar barreiras pessoais e entregar o corpo como ferramenta, além de desapegar da expectativa de qualquer tipo de retorno, positivo ou negativo. E de acordo com seu próprio conteúdo, não poderia ser diferente. Foi libertador.

Leia os episódios aqui.